Governo Federal corta R$ 5 milhões da verba do Fundeb de Volta Redonda
Comércio tem Horário Livre para atender consumidores para Dia dos Pais
31 de julho de 2020
Polícia Militar aprende drogas em Volta Redonda
31 de julho de 2020

Samuca celebra sanção da ‘Lei do Aço’, que cria Polo Metalmecânico

VOLTA REDONDA

Certeza de incentivos fiscais do Estado do Rio vai atrair empresas do setor que devem gerar quatro mil empregos no município

A implantação do Polo Metalmecânico está mais próxima da realidade com a publicação, nesta quinta-feira, dia 30, da Lei nº 8960 que garante incentivos fiscais para empresas do setor instaladas no Estado do Rio de Janeiro. O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, celebrou a sanção do projeto. A “Lei do Aço”, de autoria do deputado estadual Gustavo Tutuca, favorece as sete empresas beneficiadoras do produto que estão com protocolos de intenção assinados para se instalarem no município. A expectativa da prefeitura é a geração de quatro mil empregos diretos.

A lei prevê regime diferenciado de tributações para indústrias do setor metalmecânico, igualando às condições tributárias do setor com estados concorrentes, como Minas Gerais e São Paulo, o que torna o Rio de Janeiro vantajoso para o beneficiamento do aço. O objetivo é atrair empresas que já comercializam com indústrias locais, como a CSN (Companhia Siderúrgica Nacional), sabendo que essa proximidade gera diminuição nos custos da produção.

O prefeito Samuca Silva afirma que a publicação da “Lei do Aço” veio em momento oportuno e será fundamental para a retomada do crescimento econômico do município, abalado pela pandemia da Covid-19. “A chegada de sete empresas e a geração de quatro mil empregos vai movimentar a economia de Volta Redonda como um todo”, acredita Samuca, ressaltando que o setor imobiliário, o de prestação de serviços e o comércio em geral serão os primeiros beneficiados, podendo abrir até dez mil novas vagas no mercado de trabalho.

Samuca lembrou ainda que o projeto para a implantação do Polo Metalmecânico em Volta Redonda começou a ser idealizado em 2017, em uma reunião entre a prefeitura e a Companhia Siderúrgica Nacional, e a lei que assegura os incentivos fiscais para as empresas se instalarem no estado é a garantia que faltava para sua concretização.

“Com o Polo Metalmecânico, Volta Redonda retoma sua vocação de Cidade do Aço. O aço que hoje sai bruto para indústrias de outros estados será utilizado aqui, onde se desenvolverá uma cadeia produtiva completa, tornando a região mais competitiva no setor. Todo Sul Fluminense será beneficiado”, disse o prefeito.

O Polo Metalmecânico será implantado no bairro Roma, com fácil acesso a uma das principais rodovias federais do país, a Rodovia Presidente Dutra (BR-116). A área possui terrenos de com três a 20 mil metros quadrados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *