Baltazar realiza carreata com apoiadores
17 de outubro de 2020
Unidades de saúde de Volta Redonda reforçam protocolos de prevenção à Covid-19 durante Dia D de Vacinação
17 de outubro de 2020

Centro comercial da Vila Santa Cecília passa por sanitização

Ação foi acompanhada pelo Serviço de Abordagem Social para garantir higienização dos locais onde estão pessoas em situação de rua

A sanitização e higienização dos espaços públicos e locais de maior circulação de pessoas, uma das principais medidas de combate à Covid-19 adotadas pela Prefeitura de Volta Redonda desde o início da pandemia, em março, ganhou reforço. Há cerca de um mês, a equipe do Serviço de Abordagem Social da Secretaria Municipal de Ação Comunitária (Smac) acompanha a agenda diária da equipe da Secretaria Municipal de Infraestrutura (SMI) para garantir que os locais onde ficam pessoas em situação de rua sejam higienizados.

Neste sábado, dia 17, a ação foi realizada no centro comercial da Vila Santa Cecília. A equipe da Smac, composta por assistente social e educador social, dialogou com as pessoas que ocupam a praça na lateral da agência do Banco do Brasil para que retirassem seus pertences para que a lavagem do local fosse realizada.

De acordo com a assistente social Joveline Batista Tomaz, que coordena o Serviço de Abordagem Social, estabelecer vínculos de confiança para que as pessoas em situação de rua ingressem na rede de proteção do município ou sejam reinseridas na família é o principal objetivo. “Mas garantir os direitos desta população é igualmente importante”, disse.

Ela explicou que, neste caso, a equipe acompanha a agenda de sanitização e higienização da Secretaria de Infraestrutura e avisa, previamente, às pessoas em situação de rua para que recolham seus pertences para que o trabalho seja realizado e ainda acompanhamos de perto no dia da ação. “Além disso, explicamos a importância do trabalho de lavagem dos espaços públicos no combate à Covid-19 e como eles podem estar vulneráveis ao vírus”, falou Joveline.

O secretário de Infraestrutura, Vinícius Ramos, reforçou que o serviço envolve a lavagem dos locais com uso de água clorificada e, em seguida, é aplicado produto bactericida que, usado regularmente, tem a capacidade de afastar o vírus. “As proximidades de agências bancárias, casas lotéricas, farmácias, supermercados e pontos de ônibus; e outros locais de grande circulação de pessoas são o foco da ação de sanitização e higienização”, lembrou, afirmando que a limpeza diminuiu a circulação do vírus e garante a capacidade de atendimento na rede de saúde no município. Secom/VR com fotos de Gabriel Borges

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *