Prefeitura inicia limpeza do canal periférico da Grande Alegria
14 de junho de 2018
Expediente na prefeitura de Quatis para jogos do Brasil
14 de junho de 2018

Saúde prorroga vacinação contra gripe em Porto Real

Cerca de 63% do público-alvo recebeu a vacina

A Secretaria Municipal de Saúde realizou entre os dias 11 e 14 deste mês, a vacinação contra a influenza (gripe) nas pessoas acima de 60 anos acamadas ou com dificuldades de locomoção, na própria residência dos pacientes. A vacina domiciliar, exclusiva para esse público, é mais uma medida para intensificar a vacinação no município, que, conforme determinação do Ministério da Saúde, será prorrogada até sexta, dia 22. Em Porto Real, foram vacinadas 2.559 pessoas até a última semana. Esse número é correspondente a 63,44% do público-alvo. A meta do Ministério da Saúde é que o município vacine 90% desse público. O percentual específico de cada grupo em Porto Real registrou até o período mencionado: crianças (50,21%); gestante (59,35%); puérpera (94,29%); trabalhador de saúde (46,62%), idoso (85,99%); professor (30,80%).

“É importante vacinar essas pessoas que apresentam outras doenças de base e estão no grupo prioritário para se evitar maiores complicações que levem à internação e óbito”, relatou a coordenadora de Imunização, Kátia Virgílio, que ainda ressaltou o grupo a ser vacinado e o cronograma no município. “O público-alvo da campanha, definido pelo Ministério da Saúde, é a população acima de 60 anos, crianças de 6 meses a 4 anos, 11 meses e 29 dias de idade, gestantes, puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), trabalhadores da área da saúde, professores, portadores de doenças crônicas, adolescentes e jovens em medida socioeducativa de 12 a 21 anos; população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e indígenas. A vacinação acontece de segunda a sexta-feira das 8h às 17h em todas as unidades de saúde”, frisou Kátia.

Prorrogação

Segundo informações do Ministério da Saúde, em todo o país, 11,8 milhões de pessoas do público-alvo ainda não se vacinaram. No total, 42,6 milhões de doses da vacina foram aplicadas. A meta do Ministério da Saúde é vacinar 54,4 milhões de pessoas.

A vacinação reduz hospitalizações e mortalidade causadas pela influenza. Estudos demonstram que a vacina pode reduzir em: 32% a 45% o número de hospitalizações por pneumonias e entre 39% a 75% a mortalidade por complicações da influenza.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *