Samuca entrega mais duas praças revitalizadas à população
7 de janeiro de 2019
SMAC e SMDET cadastram flanelinhas em Volta Redonda
7 de janeiro de 2019

SMIDH investe no bem-estar das mulheres de Volta Redonda

Espaço que fica na sede da secretaria é voltado para atividades alternativas

A Sala de Bem-Estar criada em 2017 pela Secretaria de Políticas para Mulheres, Idosos e Direitos Humanos (SMIDH), vem proporcionado diversas atividades alternativas para as mulheres de Volta Redonda. Com o objetivo de trabalhar o bem-estar através de reiki, acupuntura e outras atividades holísticas na vida de mulheres que sofreram violência e se tornaram usuárias dos serviços da secretaria, além de atender mulheres do CEAM (Centro Especializado de Atendimento a Mulher).

A secretária de Políticas para Mulheres, Idosos e Direitos Humanos, Dayse Penna, destacou que o trabalho desenvolvido ajuda a melhorar tanto a autoestima e a qualidade de vida dessas mulheres.

“Essas atividades colaboram com a confiança e o relaxamento da mulher. Muitas chegam bem tristes e com a autoestima baixa. E através desses tratamentos podemos colaborar com essa mulher. Melhorando seu intimo e tudo aquilo que as machucam”, contou.

Mais der 310 mulheres passaram pela Sala de Bem-Estar durante o último ano. Para Fernanda Santos conta  que após realizar o tratamento voltou a dormir melhor.

“Eu busquei a sala de bem estar alternativo porque passava noites sem dormir direito. Com as profissionais da sala descobri que meu problema estava no fígado e no chakra verde, responsável pelos sentimentos e emoções. O tratamento de acupuntura e reiki me ajudaram a estabilizar minhas energias, e voltei a dormir muito bem”, destacou.

O prefeito Samuca Silva, destacou que SMIDH realiza um trabalho muito importante na autoestima e na confiança da mulher.

“Esse tipo de atividade colabora com a confiança e como a mulher passa a enxergar a vida após passar por alguma situação de violência. O objetivo é resgatar essas necessidades e desenvolver a autoestima e autoconhecimento. Sabemos da importância de se trabalhar todas as vertentes relacionadas à mulher, desde o incentivo ao trabalho até a vaidade”, contou.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *