Caminhão tomba na descida da Serra das Araras
10 de janeiro de 2019
Domingo tem operação especial da Guarda Municipal em Volta Redonda
10 de janeiro de 2019

Volta Redonda já tem novo delegado

Franquis Nepomuceno assumiu a 93ª DP

A Polícia Civil tem um novo titular em Volta Redonda. O delegado Franquis Dias Nepomuceno, de 40 anos – 12 de profissão e há três anos atuando como titular – assumiu o cargo na 93ª DP na manhã desta quinta-feira. Ele veio transferido de Rio das Obras. Sua primeira titularidade foi na delegacia de Conceição de Macabu.
A posse do delegado, que recebeu o cargo de Celso Gustavo Ribeiro, transferido para Angra dos Reis, foi prestigiada pelo presidente da Câmara, Edson Quinto (PR); pelo corregedor da Guarda Municipal de Volta Redonda, Luiz Carlos do Amparo e o inspetor Muller, e representantes do Conselho Municipal de Segurança, entre outros.


O deputado federal eleito Antônio Furtado (PSL) também compareceu à transmissão de cargo. Ele foi colega de turma do novo delegado e, por quatro anos, dirigiu a 93ª DP.
Franquis chegou à unidade, no Aterrado, acompanhado da mulher, a também delegada de polícia Ana Clara Moura Nepomuceno, titular da Deam (Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher) de São João de Meriti. É a primeira vez que ele trabalhar[a na região e deixou claro que pretende estabelecer uma proximidade da delegacia com diversos setores do município. Contou que já marcou uma reunião com o prefeito Samuca Silva, às 10 horas da próxima quarta-feira e, aproveitando a presença do presidente da Câmara, confirmou com ele um encontro no mesmo dia, às 14 horas.
– Nós precisamos da ajuda de todos, o que vai render frutos na nossa produtividade – disse Franquis, para quem o rodízio no comando das delegacias é algo natural na polícia, onde “necessariamente não se trabalha onde se tem vínculos”.


Depois de admitir só conhecer a região “de passagem”, o novo delegado de Volta Redonda acredita que a 93ª DP se assemelha à de Rio das Ostras, onde estava lotado, com um volume de ocorrências maior que algumas delegacias da capital. “Rio das Ostras também é um município do interior, mas com características quase que metropolitanas. Quanto a volume de trabalho creio que não terei nenhuma alteração, o que preciso é conhecer as peculiaridades da cidade”, afirmou.
Franquis Nepomuceno também se mostrou otimistas quanto aos resultados que a Polícia Civil poderá obter depois que, a exemplo da Polícia Militar, foi transformada em secretaria pelo novo governo do estado. “Nós, que atuamos na ponta, não temos o domínio de como as coisas vão acontecer, mas o que eu percebo dos colegas que estão na administração da secretaria, é um empenho e vontade muito grande de acertar. É uma oportunidade única que estamos tendo de se desvincular de uma Secretaria de Segurança e ter o nosso próprio solo, digamos assim, com todas as consequências que isso tem, sejam orçamentárias ou organizacionais. Há uma vontade muito grande de acertar e acredito que haverá reflexos positivos na ponta, o que será percebido pelos cidadãos”.


Por fim, Jaquis ouviu do ex-delegado da cidade, Antônio Furtado, palavras de incentivo e elogios a Volta Redonda. “Esta cidade mudou a minha vida em todos os sentidos. É extremamente acolhedora. A cidade que você está recebendo é um presente”, disse o agora deputado eleito.
O delegado Celso Ribeiro, por sua vez, desejou sucesso ao novo titular, agradeceu às parcerias e apoio que recebeu em Volta Redonda, e se disse pronto a encarar “o desafio” em Angra dos Reis.
– Primeiro tenho que analisar os índices de criminalidade de lá. Sabemos que o tráfico de drogas é o principal problema – afirmou. Foco Regional

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *