Prefeitura inicia obras de revitalização do PSF Baixada da Olaria
11 de janeiro de 2019
Carro roubado é recuperado pela PRF na Serra das Araras
12 de janeiro de 2019

Parceria com Conselho de Cultura garante nova etapa do projeto “Ruas que Foram Gente”

Levantamento aponta realizações principais na cultura

Realizado conjuntamente desde o ano passado, entre a prefeitura, via Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, com o CULTUPPAQ (Conselho Municipal de Cultura, Turismo e Proteção do Patrimônio Histórico e Ambiental de Quatis), o projeto “Ruas que foram gente” teve mais uma etapa de realização nesta semana.         O projeto, que consiste na afixação de placas nas ruas com o nome e breves informações a respeito das personalidades que as denominam, é apontado pela prefeitura como uma das ações principais na área da cultura no período de janeiro de 2017 a dezembro de 2018.

O projeto “Ruas que foram gente” é custeado pelos próprios familiares das personalidades que dão nome às vias públicas, os quais arcam com as despesas inerentes à confecção das placas, cujo valor unitário se encontra atualmente em torno de R$ 130,00. Nesta semana, equipes da prefeitura instalaram mais cinco placas, nas ruas Jaime Caetano, Omar de Oliveira Barros, Antônio Teixeira Franco, Francisco Balbi e José Ferreira de Carvalho. Na próxima semana, mais oito placas serão instaladas. Com isso, chegará a 34 o número de placas colocadas nas vias públicas, através do projeto.

Titular da Secretaria de Cultura e Turismo do Município, a secretária Rosina Porto frisa que as famílias interessadas em aderir ao projeto devem entrar em contato com a pasta. A Secretaria de Cultura funciona no Centro Administrativo do Município, de segunda a sexta-feira, de 8 às 17 horas. Até dezembro do próximo ano, isto é, 2020, pelo menos cem placas deverão estar instaladas nas ruas, avenidas e praças principais do Município.

O convênio por meio do qual a prefeitura começou a passar mensalmente cerca de R$ 3,5 mil à Corporação Musical Nossa Senhora do Rosário; a implantação do Projeto Música Para Todos, que atende mais de 30 moradores do Município de diversas faixas etárias, e se encontra com inscrições abertas visando à formação de novas turmas; a realização do Projeto Brincando com Quati, desenvolvido em parceria com outras secretarias municipais, no sentido de proporcionar atividades recreativas, esportivas e culturais aos estudantes no período das férias escolares; e o Projeto Cinema Praça, que exibiu cinco filmes na Praça Teixeira Brandão, em julho do ano passado, este último promovido em parceria com o Instituto Dagaz (Volta Redonda), foram algumas das ações colocadas em prática pela prefeitura, na área da cultura, no biênio 2017-2018.

No entendimento do prefeito Bruno de Souza (MDB), o lançamento, já em novembro de 2017, da exposição “Museu a Céu Aberto” deve ser considerado também outra ação cultural importante no período. A exemplo do projeto “Ruas que foram gente”, a exposição “Museu a céu aberto” é realizada em parceria com o CULTUPPHAQ e visa preservar a memória histórica de Quatis mediante uma mostra de fotografias, sempre no Dia de Finados (02 de novembro), retratando as sepulturas de personalidades que contribuíram para o desenvolvimento histórico, político e cultural da cidade.

– Estamos reformulando ainda, dentro da área da cultura, o projeto de dança realizado pela nossa administração. Vamos às escolas municipais reforçar a apresentação desta iniciativa aos alunos da rede municipal visando atrair o interesse dos estudantes em participar das aulas de dança, que acontecem de segunda a sexta-feira, no Núcleo Cultural de Quatis, próximo à Escola Julieta Sampaio, no Centro – concluiu o prefeito.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *