Pista da Arena Esportiva vai se chamar Arthur Vinícius, morto no incêndio no CT do CR Flamengo
9 de fevereiro de 2019
Jovem é assassinado no bairro Monte Castelo
9 de fevereiro de 2019

Estado anuncia que Escola Militar de Volta Redonda inicia as aulas em março

– Governador Wilson Witzel aprovou o Ciep do Açude na tarde deste sábado, dia 09, como sede da primeira unidade escolar militar do Estado; secretário estadual de Educação, Pedro Fernandes e políticos regionais acompanharam a visita;

Em visita ao Ciep 403,  Maria de Lourdes Giovanetti, no bairro Açude II, o governador Wilson Witzel e o secretário Estadual de Educação, Pedro Fernandes, anunciaram que o prédio da unidade desativada vai abrigar a primeira Escola Militar do Corpo de Bombeiros no Estado do Rio de Janeiro. “Quero anunciar que o local está aprovado e que as aulas vão começar em março. Queremos marcar a nossa administração no Rio de janeiro dando oportunidade para o jovem estudar. Fechar escola jamais! Podemos abrir escolas, mas fechar jamais”, discursou o governador, ao lado, de representantes da Coordenadoria Regional de Educação, políticos e moradores do bairro.

Segundo o secretário Pedro Fernandes, o Corpo de Bombeiros vai assumir e elaborar a grade curricular da Escola. “Poderemos oferecer até 1500 vagas em Volta Redonda, sendo que, de imediato, já iremos abrir três turmas iniciais e já no segundo ano, teremos turmas do quinto e sexto anos, já que a escola terá uma sequência de ensino”, disse Fernandes, frisando que o projeto terá a parceria do município que ajudará na infraestrutura e no transporte de alunos. “Pelo que avaliamos, o emergencial é uma pintura em todo o prédio, e com esta aprovação do governador, tudo agora vai caminhar mais rápido”, garantiu o secretário.

Na cerimônia,  Fernandes também confirmou que a cidade de Miguel Pereira, também abrigará uma outra Escola Militar. “Ela será instalada no Ciep 494, Alexandre Carvalho, no bairro Guararapes, que está em ótimas condições físicas”, destacou ele, lembrando que as novas escolas militares são dirigidas a turmas do Ensino Médio e que os alunos terão aulas em horário integral, sendo que um turno com aulas regulares e no outro com disciplinas militares, com noções de defesa civil e combate a incêndios e educação cívica.

Esta foi a terceira visita feita por representantes estaduais para avaliar a situação do Ciep. Na última quinta-feira, dia 07, uma equipe técnica do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro, coordenada pelo Diretor Geral de Ensino da Instituição, coronel Ricardo Macedo, visitou o local e fez uma avaliação minuciosa em toda a instalação. Ainda na visita deste sábado, estavam o prefeito municipal, Samuca Silva, deputado Alexandre Serfiotis, os vereadores Rosana Bergone, Sidney Dinho e Rodrigo Furtado e o ex-prefeito Gothardo Lopes Neto, anunciado pelo governador como o grande articulador dos projetos do governo no interior do Estado.

“Quero enaltecer a atuação do grupo “Mais Ciep Por Favor”, que batalha desde 2016 pelo não fechamento da escola. A chegada desta escola vai refletir na segurança pública e no social desta comunidade. O Açude será um novo bairro, a partir de agora. Em nome dos moradores, quero agradecer ao governador e ao secretario Pedro Fernandes. Me coloco à disposição para ajudar, pois sou a favor de que os jovens tenham oportunidades. Através da educação, vamos transformar muitas pessoas”, disse a vereadora Rosana Bergone, que vem acompanhando o desenrolar da escolha do local em Volta Redonda para abrigar a Escola Militar.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *