PMVR fará licitação de terreno público e chamamento público
11 de fevereiro de 2019
Colônia de férias para pessoa com deficiência acontece em Volta Redonda
11 de fevereiro de 2019

Luciano Mineirinho se reúne com o Meio Ambiente para tratar de alvarás em VR

O encontro, realizado na secretaria de Meio Ambiente, contou com a presença de várias autoridades e teve como objetivo debater ideias sobre a concessão de alvará de funcionamento para empresas instaladas às margens do Rio Paraíba do Sul.

Foi realizada na última sexta-feira (08), uma reunião na secretaria municipal de Meio Ambiente de Volta Redonda com as presenças do secretário da pasta Maurício Ruiz; com o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas da cidade, Gilson Castro; com o secretário do Fórum das Entidades Representativas de Volta Redonda, Evandro Queiroz; além da direção do Sindicato das Escolas Particulares de Volta Redonda.

O encontro, promovido pelo vereador Luciano Mineirinho (PR), que também se fez presente, teve como objetivo debater ideias sobre a concessão de alvará de funcionamento para empresas instaladas às margens do Rio Paraíba do Sul. De acordo com todos os participantes, essa foi a melhor reunião já realizada na secretaria nos últimos dois anos. “Houve um avanço e um entendimento claro entre as partes, além de um comprometimento para que os empresários de Volta Redonda não continuem sendo prejudicados. O empenho foi grande para que essa conversa fosse realizada e saio satisfeito com o resultado. É o meu papel como vereador”, declarou Mineirinho.

Durante o debate, o secretário Maurício relatou o histórico do processo do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), com as adequações necessárias, e deixou claro que, caso o INEA não cumpra sua parte, a procuradoria Federal vai processar a instituição por descumprimento de acordo e o assunto será tratado com a prioridade de não prejudicar as atividades empresariais no município.

O secretário ressaltou também que está responsável por esse processo, que se arrasta na justiça por aproximadamente sete anos, e que tratará o assunto com pontualidade. “O objetivo é conceder licenças de forma permanente. Em dezembro, assinei uma portaria concedendo alvarás provisórios no prazo de seis meses, até que tudo seja resolvido da forma legal”, esclareceu Maurício.

O próximo passo agora é cumprir com todas as exigências do TAC e contar com o INEA também fazendo a sua parte. Caso a instituição estadual não se manifeste até o fim de fevereiro, a secretaria de Meio Ambiente tomará as devidas providências legais para que o município não saia prejudicado. “A nossa união, o trabalho em conjunto e o esforço de todos aqui presentes será importantíssimo para que este processo seja resolvido da melhor forma”, finalizou Luciano Mineirinho, idealizador do encontro.

Sugestão de legenda para a foto: Participaram da reunião representantes do SINEPE, CDL e Fórum das Entidades Representativas; além do secretário de Meio Ambiente de Volta Redonda, Maurício Ruiz e do vereador Luciano Mineirinho, organizador do encontro (Foto: Divulgação)

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *