Motorista sem CNH e embriagado provoca acidente na Dutra, em Piraí
17 de março de 2019
Homem morre com marcas de estrangulamento em Volta Redonda
17 de março de 2019

Segurança que matou rapaz em supermercado vai responder por homicídio qualificado

Outro vigilante também será indiciado por não tentar evitar morte de rapaz

O segurança do hipermercado Extra, Davi Amâncio, acusado da morte de um jovem após imobilizá-lo com um mata-leão, será indiciado pelo crime de homicídio qualificado por asfixia, podendo chegar à pena de até 30 anos de prisão, segundo conclusão de investigação da Divisão de Homicídios.

O outro segurança presente no hipermercado, Edmilson Félix, também será indiciado pelo crime. Segundo a delegada Cristiane Carvalho de Almeida, Edmilson “demonstrou claramente que poderia ter agido naquela situação”. Mas, segundo testemunhas, ele “estava mais preocupado em proibir que as pessoas filmassem o que estava acontecendo do que com a vida da vítima”. Jornal  O Dia

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *