Programação da Semana Nacional do Livro começa em Volta Redonda
23 de abril de 2019
Prefeitura de VR segue com trabalho de fiscalização em terrenos com mato alto
23 de abril de 2019

Alunos da rede de ensino de Volta Redonda participam de gincana cultural

Mais de 2 mil crianças estão participando do Projeto “Volta Redonda Além do Aço”

Os alunos do 3º e 4º ano do Ensino Fundamental de Volta Redonda estão participando de uma gincana cultural. Mais de 2 mil crianças de 21 escolas municipais estão envolvidas no projeto “Volta Redonda Além do Aço”. A cada semana a escola realizará uma tarefa que estará num envelope lacrado para ser aberto juntamente com a turma. Dentro do envelope haverá a tarefa principal, uma charada e orientações para o professor com sugestões e encaminhamentos.

Essas atividades geram uma pontuação durante o semestre. As três primeiras turmas que obtiverem maior pontuação receberão uma premiação: um kit de brindes e um passeio pela cidade com direito a um café com a secretária municipal de Educação.

De acordo com o professor da SME e organizador da gincana, Douglas Lucas, o objetivo é trazer conhecimento de forma lúdica para os alunos. “A ideia é mostrar para as crianças como fotos, objetos e documentos são fontes históricas que auxiliam no conhecimento da história do município. Dessa maneira elas conseguem perceber que todos nós somos agentes históricos, que fazemos parte da História. E tudo isso através de uma atividade lúdica que também diverte”, explicou Douglas.

Em julho, mês do aniversário de Volta Redonda, será realizado uma exposição dos trabalhos desenvolvidos durante a gincana. E ainda será criado um museu temporário, que será montado com os materiais adquiridos pela gincana.  A finalidade deste museu é materializar os conhecimentos adquiridos pelos alunos por meio de suas pesquisas, valorizando a participação dos moradores que, em seu cotidiano, constroem a história da cidade.

De acordo coma secretária de Educação de Volta Redonda, Rita Andrade, o projeto “Volta Redonda Além do Aço” vem despertando nos professores e alunos participantes o interesse em saber mais da cidade, da história das pessoas que construíram a cidade. Para ela, as atividades que acontecem fora do contexto escolar e que integram o projeto contribuem para que se fortaleça o sentido de que há muito a ser oferecido à população no que se refere à história de Volta Redonda.

“É uma honra ter a oportunidade de contribuir para incentivar alunos e professores a descobrirem novidades sobre essa cidade que se tornou conhecida pelo aço aqui produzido e que, chegando aos 65 anos de idade, mostra-se cada vez mais jovem e preparada para o futuro”, disse Rita.

Para o prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, o ensino de forma lúdica pode ajudar muito no desenvolvimento e aprendizado. “Cada vez está mais difícil prender a atenção das crianças e jovens. Então toda forma criativa de ensino é válida”, comentou o prefeito.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *