Sindpass terá que apresentar projeto para empresas assumirem as 10 linhas da Sul Fluminense
14 de maio de 2019
Festa do Pinhão de Visconde de Mauá encerra mais uma edição de sucesso
14 de maio de 2019

Samuca Silva reafirma licitação das linhas da Viação Sul Fluminense

Prefeito recebeu comissão de vereadores e direção do Sindicato dos Rodoviários

O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, recebeu na manhã desta terça-feira, dia 14, em seu gabinete, uma comissão de vereadores e a direção do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários da cidade. O motivo: debater sobre a caducidade da concessão da viação Sul Fluminense, empresa que detém o maior número de linhas de transporte coletivo do município.

Durante o encontro, o prefeito enumerou os motivos que o fizeram a decretar a caducidade da concessão por quebra de contrato por parte da Sul Fluminense, que não estava conseguindo prestar um serviço de qualidade a população.

“Estou pensando na população quando decretamos a caducidade da concessão. Nossa cidade merece um transporte coletivo melhor. Diante disso, pensando nos trabalhadores, oportunizamos a Sul Fluminense a continuar operando até que essa licitação seja feita. Mas as dez linhas que têm maior reclamação no Ranking de Reclamações da secretaria de Transporte e Mobilidade Urbana, nós estamos oportunizando a outras empresas do SindPass (Sindicato das Empresas de ônibus)”, destacou.

Nesta tarde, às 13 horas, o prefeito Samuca Silva terá uma reunião com procuradores do Ministério Público Trabalho para tratar sobre a empregabilidade dos funcionários da Sul Fluminense.

“Não há motivo para pânico, estão criando um clima de demissão em massa. Isso não é necessário. Nós estamos sensíveis a causa dos trabalhadores e vamos atuar para que os empregos sejam garantidos, assim como todos os direitos trabalhistas. Oportunizamos a Sul Fluminense a continuar operando enquanto a licitação não ocorrer, mas precisamos dar uma resposta rápida nessas linhas com mais reclamações”, comentou o prefeito.

Sobre as 10 linhas com mais reclamações, que foram oportunizadas as demais empresas do SindPass – Elite, Cidade do Aço e Pinheiral -, Samuca disse estar esperando o plano de trabalho das empresas.

“O SindPass vai nos apresentar esse plano para atuar nessas linhas, qual capacidade, o prazo e como será esse serviço. O que queremos é que, de forma satisfatória, a população de Volta Redonda tenha um transporte de qualidade. Não podemos mas ver cenas de atrasos constantes, ônibus quebrados, bancos soltos, acessibilidade estragada, entre outros”, completou.

O presidente do Sindicato dos Rodoviários, Zequinha, se disse preocupado com demissões, mas entende a atitude da prefeitura.

“Nós entendemos o decreto do prefeito que visa melhorar o transporte público na cidade. Mas queremos o apoio do prefeito para nos ajudar a evitar que haja demissões em função dessas linhas que a Sul Fluminense está deixando de operar”, disse Zequinha.

Alguns vereadores também opinaram sobre o tema, entre eles o presidente da Câmara, Edson Quinto, que frisou entender a justa preocupação dos trabalhadores, mas também ressaltou que a população não pode ser prejudicada.

A reunião contou com a presença dos vereadores Edson Quinto; Rodrigo Furtado; Paulo Conrado; GM Isaac; Washginton Granato; Laydson; Paulinho do RaioX; Rosana Bergone; Carlinhos Santana; Buchecha; Pastor Washington. Além do presidente do Sindicato dos Rodoviários, Zequinha, e do vice-presidente da entidade, Luiz Rogério.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *