Samuca Silva participa de reunião com o governador Wilson Witzel
30 de julho de 2019
Colisão provoca capotamento de um dos carros na Vila Mury
30 de julho de 2019

Guarda Municipal terá novas instalações em Quatis

Efetivo da corporação foi ampliado em mais de cem por cento a partir de 2013

Com o efetivo ampliado a partir de 2015, quando foi realizado um concurso público visando à admissão de mais servidores públicos, em diversos setores da administração pública da cidade, incluindo o aumento de agentes da corporação, a Guarda Municipal passará a funcionar em novo endereço, a partir desta quinta-feira, dia 01º de agosto. A corporação, que se localiza atualmente na Avenida Avelino Batista Soares, em frente à agência da Caixa Econômica Federal, será transferida para a Praça Getúlio Vargas 6, a praça da igreja matriz de Nossa Senhora do Rosário. Os dois endereços se localizam no Centro de Quatis.

O comandante da Guarda Municipal, João Eurico Evangelista, informa que o novo imóvel é mais amplo, possuindo sete cômodos, “o que significa melhores condições de trabalho e mais espaço aos agentes”. A atual sede dispõe de quatro cômodos. Ele explica que “a mudança do batalhão amplia as ações realizadas pela administração do prefeito Bruno de Souza (MDB) visando à valorização da categoria e à melhoria do trabalho de vigilância do qual a corporação é encarregado”. A nova sede acaba de receber serviços de melhorias executados pela própria prefeitura.

Subordinado à Secretaria de Ordem Urbana do Município, a Guarda Municipal atua na vigilância das repartições públicas da prefeitura, incluindo escolas e unidades de saúde; no ordenamento e na vigilância do sistema viário da cidade, além da proteção do meio ambiente de Quatis, via grupamento ambiental, cuja formação ocorreu a partir do fim do ano passado, assim como o grupamento de trânsito. O trabalho de vigilância das escolas, especialmente nos horários de entrada e saída de alunos, é reforçado com a ronda escolar. Além disso, a guarda dispõe de um trailer baseado no CIEP Municipalizado Marciana Machado De Elias (Nossa Senhora do Rosário), no qual um guarda fica de plantão a cada 24 horas.

Em janeiro de 2013, quando o prefeito Bruno de Souza iniciou seu primeiro mandato à frente do poder executivo, a corporação era formada por apenas 34 agentes. Hoje, o contingente tem 77 guardas municipais, entre o grupamento de trânsito, o grupamento ambiental, o grupo de vigilância patrimonial e a equipe de graduados, integrada por monitores, inspetores, o subcomandante e o comandante. O aumento do efetivo foi possível graças ao concurso de 2015, através do qual foram admitidos mais 43 guardas ao longo dos últimos três anos.

– Não só o número de guardas municipais cresceu, mas as atribuições da nossa corporação também foram ampliadas, daí a necessidade de ações para melhorar as condições de trabalho dos agentes. As novas instalações serão mais amplas e de fácil acesso para a população. A nossa expectativa é de que, no novo endereço, as condições de trabalho do batalhão sejam ainda mais melhoradas – destacou o comandante João Eurico, informando também que, atualmente, a Guarda Municipal tem três carros e uma motocicleta.

Dois dos mais recentes avanços adotados pela Prefeitura de Quatis visando à valorização da Guarda Municipal, o grupamento ambiental e o grupamento de trânsito têm oito agentes, cada um. A formação do grupamento ambiental ocorreu no final de 2018, começando pela realização de um processo de seleção entre os agentes interessados em fazer parte do segmento, e seguido posteriormente pela capacitação dos guardas aprovados no respectivo processo. Já os agentes lotados atualmente no grupamento de trânsito foram capacitados no controle e na fiscalização do sistema viária pela Guarda Municipal de Barra Mansa.

– Existem dois turnos de trabalho na corporação em nossa cidade, sendo um deles de 12 por 36 horas e o outro de 24 por 72 horas – acrescentou o comandante, destacando ainda que, entre as melhorias implantadas pela administração do prefeito Bruno de Souza a favor da corporação estão a ampliação do adicional por risco de vida, que passou de 30 para 60 por cento, e a criação do auxílio uniforme, mediante o qual os agentes recebem um auxílio financeiro duas vezes por ano visando à aquisição das novas peças do vestuário de trabalho.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *