Samuca recebe diretoria da Aciap-VR
22 de agosto de 2019
Chamada Escolar 2020 começa em setembro em Volta Redonda
22 de agosto de 2019

Profissionais da Educação de VR passam por formação em Primeiros Socorros

Ação atende à Lei Lucas, que torna obrigatória a capacitação de funcionários da Educação Básica para atendimento aos alunos em casos emergenciais

Representantes das 60 unidades de Educação Infantil de Volta Redonda participaram nesta quarta-feira, dia 21, no Auditório da Secretaria Municipal de Educação, de Formação Sobre Primeiros Socorros. A oficina atende à Lei nº 13.722/2018, conhecida como Lei Lucas, que determina que instituições públicas e privadas da educação básica capacitem professores e funcionários para prestar primeiros socorros, quando necessário, a seus alunos.

A palestra, com demonstrações práticas, foi ministrada pelo instrutor de cursos nas áreas de Resgate e Emergências Médicas, Nicollas Oliveira Silva, que é enfermeiro com atuação em pronto atendimento, pós-graduado em urgência e emergência pré e intra-hospitalar. Para os profissionais de Educação Infantil, ele preparou uma oficina especial, levando em consideração as ocorrências mais comuns nas creches e pré-escolas.

A chefe da seção Educação Infantil da Secretaria Municipal de Educação, Andreia Crespo, informou que os profissionais que fizeram a formação trabalham com crianças de zero a cinco anos. O público incluía diretores, professores, auxiliares de educação e serventes. “Conversamos antes com o instrutor e relatamos que escoriações, engasgos, refluxo, objetos colocados no nariz e estado febril são alguns casos mais frequentes”, contou.

Nicollas ressaltou a importância do conhecimento das noções básicas em primeiros socorros para qualquer profissional que trabalhe com o público. “A capacitação era exigida para profissionais de Educação Física e, agora, foi estendida para funcionários da Educação Infantil”, lembrou, acrescentando que os profissionais capacitados devem repassar as informações aos colegas de escola.

O enfermeiro começou a exposição com uma frase que considera um lema. “O treinamento transforma boas intenções em bons resultados”, falou Nicollas, afirmando que o socorrista deve saber o que fazer e, principalmente o que não fazer.

A secretária de Educação de Volta Redonda, Rita Andrade, afirmou que a formação para os profissionais da Educação Infantil em primeiros socorros pode minimizar os efeitos de acidentes corriqueiros com crianças nas escolas. “Com a equipe preparada, nossas crianças estão mais seguras”, falou Rita.

A professora do Centro Municipal de Educacional Infantil Recanto Infantil, no bairro Retiro, Stefani Aguiar, aprovou a iniciativa da secretaria. “Às vezes, por despreparo, deixamos de socorrer as crianças de maneira devida”, disse, afirmando que vai passar o que aprendeu para as colegas de escola.

Helenice Alves dos Santos Barroso, auxiliar de Educação na Creche Municipal Raiozinho de Sol, no Três Poços, contou que esta unidade atende crianças em berçário. “São comuns casos de refluxo e febre. Precisamos saber como agir antes que a ajuda profissional chegue”, acredita.

Dilcéa Rose de Carvalho Silva, também é auxiliar de educação e atua no Centro Municipal de Educação Infantil Zilda Arns, no Conforto. “Até as informações mais simples são importantes em situações de emergência. Foi ótimo aprender quando acionar o Samu, pelo 192, ou os bombeiros, pelo 193”, comentou.

O prefeito do município, Samuca Silva, lembrou que a capacitação continuada dos funcionários é mais um compromisso cumprido em sua gestão. “A valorização do profissional pela capacitação promove motivação para o trabalho o que é revertido em melhor atendimento ao usuário, neste caso os alunos da Rede Municipal de Educação”, falou.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *