Porto Real realiza a VII edição da Feira Literária Cultural
11 de setembro de 2019
Polícia Militar apreende suspeitos com drogas no Padre Josimo
11 de setembro de 2019

Quatis no “Mapa do Turismo” habilita município a receber verbas federais para o setor

Bruno: “Turismo é promissor na geração de renda e no desenvolvimento da cidade”

No entendimento do prefeito Bruno de Souza (MDB), a permanência de Quatis entre as 2.694 cidades brasileiras classificadas no Mapa do Turismo Brasileiro para o Biênio 2019-2021, “mostra que a prefeitura vem fazendo o dever de casa e se mantem confiante neste segmento enquanto setor promissor da economia local”. O mapa foi divulgado recentemente, pelo Ministério do Turismo, e relaciona os municípios de todas as regiões do país aptos ao recebimento de investimentos federais.

Segundo o Ministério do Turismo, “o mapa traça uma radiografia atualizada do potencial turístico” das cidades brasileiras aprovadas para receber recursos da União. A Prefeitura de Quatis atendeu todos os critérios exigidos para a inclusão no mapa, entre eles, a destinação de recursos orçamentários ao setor, a atuação de um conselho municipal de turismo e a existência de um órgão dentro da estrutura administrativa do Município no setor turístico.

– A permanência no Mapa do Turismo Brasileiro é um ponto de partida importante que assegura as condições para nossa cidade receber verbas do Governo Federal destinadas a este segmento. Sendo assim, vamos estar aptos a obter recursos destinados a projetos que visem à geração de renda, o incremento das receitas e o desenvolvimento da nossa economia por meio do turismo. Foi uma boa notícia, uma vez que, os repasses de verbas da União continuam sendo uma das fontes principais de receitas para a realização de novos investimentos – declarou o prefeito.

O turismo é representado no Município pelo CULTUPPHAQ (Conselho Municipal de Cultura, Turismo e Preservação do Patrimônio Histórico e Ambiental de Quatis), cujos conselheiros do mandato 2019-2020 tomaram posse na semana passada. Já na estrutura administrativa da prefeitura, as ações relacionadas ao setor são coordenadas pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo. O orçamento proposto pela prefeitura em favor desta pasta, correspondente ao exercício financeiro do próximo ano, nas duas áreas (cultura e turismo), é de aproximadamente R$ 463 mil.

O prefeito elenca alguns dos atrativos turísticos de Quatis, entre eles, os casarões do distrito de São Joaquim; as estações ferroviárias do bairro São Benedito, do distrito de Falcão e da comunidade rural de Joaquim Leite; a trilha do cruzeiro (São Joaquim); a Feira da Roça, realizada quinzenalmente na área urbana, e a Feira da Roça do distrito de Falcão, que acontece uma vez por mês; a capela da comunidade quilombola de Santana; a fonte de água natural Antônio Jacinto Sampaio, conhecida como “Biquinha”; O Parque Natural Municipal Horto dos Quatis; as igrejas de Nossa Senhora do Rosário (Centro e São Joaquim); São Joaquim, cuja localização fica no distrito que leva este mesmo nome; e São Sebastião (Falcão). No caso da rede hoteleira, seis estabelecimentos se destacam na cidade, entre eles dois hotéis-fazendas.

– O nosso patrimônio turístico e ambiental pode ser considerado expressivo, mas o apoio dos governos do Governo Federal e do Governo do Estado do Rio de Janeiro continua sendo primordial para desenvolver novas ações que possam incrementar este segmento. O governador Wilson Witze (PSC) já apontou o turismo como promissor no que diz respeito ao crescimento econômico do território fluminense ao longo dos próximos anos, e nós concordamos com ele – declarou Bruno, lembrando que, no mês passado, a Prefeitura de Quatis esteve representada no Salão estadual de Turismo pelo secretário municipal de Governo, Adriano Palma Veras, e a diretora de Turismo do Município, Ana Maria Campos.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *