Bruno assina termo de adesão a sistema que permite licença para empresas em até duas horas
3 de outubro de 2019
Polícia apreende drogas no bairro Bom Pastor
3 de outubro de 2019

Projeto comemorativo celebra com arte os 10 anos do Cimento CSN

A CSN escolheu celebrar essa primeira década de atuação do negócio cimento com um projeto artístico em homenagem à cidade de Volta Redonda, berço da siderurgia no país e também da primeira unidade de Cimentos da Companhia. Uma pintura feita pelo artista plástico Anderson de Souza deu vida a um muro externo do Centro de Pesquisas da CSN, no bairro Vila Santa Cecília. O mural “Transformação Concreta” já pode ser visto por todos que trafegam na Rua 4B, onde há um enorme fluxo de carros e pedestres.

O gerente geral comercial de cimento da empresa, Alexandre Boechat, destacou a importância em celebrar esse momento. Boechat afirma que o cimento CSN é um negócio bastante estratégico para a Companhia e que há muito o que comemorar. “Apesar da crise econômica que ainda afeta o país e a construção civil em especial, seguimos crescendo nossa participação no mercado do Sudeste e acreditando muito no Brasil”, acrescentou o gerente geral.

O artista foi escolhido pela CSN por viver a realidade da cidade, por conhecer a história da Companhia e por também possuir um portfólio de forte credibilidade no mercado. Anderson já trabalhou para grandes marcas no país; tem projetos no Brasil e no exterior. Ele teve total liberdade para criar o mural a partir de um briefing que a empresa desenvolveu para este projeto. A ideia desse trabalho seria retratar a transformação do cimento na vida das pessoas, humanizando o tema.

– O concreto, principal aplicação do cimento, é o segundo produto mais consumido no mundo. Só perde para o consumo de água. Pouca gente sabe disso. O briefing ainda levou em consideração a força feminina, já que grande parte da nossa equipe comercial é composta por mulheres. Por exemplo, a nossa central de atendimento de Cimento, localizada no Escritório Central novo, em Volta Redonda, que é composta 100% por mulheres – afirmou Boechat.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *