Caravana da Ciência em Quatis será visitada por mais de 2 mil estudantes
9 de outubro de 2019
Caminhões batem e pegam fogo em Seropédica
10 de outubro de 2019

Núcleo de Hemoterapia Municipal de Resende obtém licença de funcionamento

Documento regulariza situação do Hemonúcleo, além de garantir mais credibilidade aos usuários e certificar a qualidade dos serviços prestados

Mais uma conquista para a Saúde do Município de Resende e, desta vez, é no Núcleo de Hemoterapia Municipal. O Hemonúcleo, anexo ao Hospital Municipal de Emergência Henrique Sérgio Gregori, no bairro Jardim Jalisco, acaba de consolidar a aquisição de sua primeira Licença de Funcionamento. O documento, que deve ser renovado anualmente, foi emitido pela Superintendência de Vigilância Sanitária do Estado do Rio de Janeiro, depois de 26 anos da fundação do Hemonúcleo.

Desde a fundação em 1993, o Hemonúcleo operava a partir de protocolos obtidos todo ano. Pela primeira vez, com a apresentação de toda a documentação exigida, o Núcleo de Hemoterapia conseguiu a licença, que garante mais credibilidade aos usuários e certifica a qualidade dos serviços prestados. Para a obtenção da Licença de Funcionamento, foi aberto um processo na Superintendência de Vigilância Sanitária do Estado do Rio. A portaria da concessão de licença foi publicada nesta segunda-feira, dia 7, no Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro (Doerj) nº 190.

A coordenadora-geral do Hemonúcleo de Resende, a biomédica Maria Fernanda Macedo de Aguiar, informou que a unidade realiza 170 atendimentos de doadores e transfusões por mês. Ela explicou sobre a importância da obtenção da licença para o Núcleo de Hemoterapia, que disponibiliza o estoque para toda a Região das Agulhas Negras.

— Há 26 anos em funcionamento, o Hemonúcleo atende os municípios de Resende, Itatiaia, Porto Real e Quatis. Em anos anteriores, o processo para a Licença de Funcionamento, junto à Superintendência de Vigilância Sanitária do Estado do Rio, era aberto, mas ficava em análise ou com alguma pendência nos trâmites. A licença é extremamente importante, pois simboliza o reconhecimento do nosso trabalho em conformidade com as exigências da Vigilância Sanitária. O Núcleo de Hemoterapia salva muitas vidas e a licença é apenas uma confirmação da excelência nos serviços prestados. O documento transmite mais confiabilidade à população, além de certificar a qualidade dos atendimentos – reforçou a coordenadora-geral.

Vale lembrar que, recentemente, a Prefeitura de Resende, por meio do Hemonúcleo, criou uma plataforma digital que fornece informações sobre as necessidades do estoque de cada grupo sanguíneo. A plataforma, que é atualizada quinzenalmente, está disponível no site oficial da governo municipal e pode ser acessada a partir do link http://resende.rj.gov.br/hemonucleo ou, ao final da página institucional, o usuário deve clicar em: Mapa do Site > Serviços > Hemonúcleo. Além dos dados sobre o estado do estoque do Núcleo de Hemoterapia, o site também viabiliza o fácil acesso à autorização de doação de sangue para os menores de idade, que deve ser preenchida e entregue no ato de solidariedade. A página ainda contém orientações para os interessados em doar sangue.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *