Polícia Civil prende foragido da Justiça, em Volta Redonda
18 de outubro de 2019
Rosana Bergone recebe deputado Sérgio Fernandes em VR
18 de outubro de 2019

Professores de Volta Redonda participam de capacitação Movimento Paralímpico 

Atualização nas modalidades esportivas de atletismo e natação terá aulas teóricas e práticas ministradas pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB)

Professores da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Smel), da Secretaria de Educação (SME) e da Fundação Educacional de Volta Redonda (Fevre) participam de uma capacitação pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) nas modalidades esportivas de atletismo e natação. O treinamento inclui aulas teóricas e práticas durante três dias, de sexta-feira, dia 18, até domingo, dia 20, com atividades no Teatro Maestro Franklin de Carvalho Júnior, no Colégio Getúlio Vargas; no auditório da Secretaria de Educação; no Parque Aquático Municipal, na Ilha São João; e na Arena Esportiva.

O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, lembrou que o esporte paralímpico promove inclusão e deve ser incentivado. “Queremos mostrar que todos podem vencer barreiras, quebrar tabus e preconceitos com o exercício de uma política de inclusão social através do esporte. Limites devem ser derrubados, colocando lado a lado todas as pessoas, com ou sem deficiência. Trabalhar junto com o Comitê Paralímpico Brasileiro é uma conquista sem precedentes e representa um atendimento igualitário, de incentivo, de levar os serviços públicos com qualidade a todas as pessoas”, afirmou.

A capacitação teve início com a aula de Introdução ao Movimento Paralímpico, no Teatro da Fevre, com o professor Edilson Alves da Rocha. Ele exibiu vídeos contando a história dos Jogos Paralímpicos, idealizado pelo médico austríaco, Dr. Gutmann, fazendo a reabilitação de soldados lesionados na II Guerra Mundial em 1944, sendo que, 4 anos depois, em 28 de junho de 1948, aconteceu a primeira competição. Em 1960, em Roma, com 400 atletas de 23 países, a competição paralímpica começou paralela, na mesma data, junto com os Jogos Olímpicos.

A secretária de Esporte e Lazer, Maria Paula Tavares, afirmou que a parceria para trazer o curso gratuitamente para Volta Redonda foi firmada após visita feita ao Comitê Brasileiro Paralímpico, em São Paulo. “Esta parceria será fidelizada com outras ações e atividades para os professores com referência aos desportos paralímpicos. A Smel já trabalha com pessoas com deficiência (PCD) nos jogos e competições municipais, junto com a Secretaria de Educação e outros órgãos, alinhados com o prefeito Samuca no seu desejo de ampliar o atendimento à população. Quanto mais profissionais capacitados, maior número e melhor será o atendimento às pessoas com deficiência nos projetos e programas do município”, frisou Maria Paula.

Carla Andréa, coordenadora do programa Melhor Idade em Movimento, festejou a oportunidade. “Este curso gratuito, fruto da parceria da Smel com o CPB, somente vem agregar esforços e dar bagagem profissional para atender melhor o público PCD, que já é ativo nos programas esportivos da Secretaria de Esporte e Lazer”, falou.

Emanuelle Tavares, professora da Smel, citou os benefícios da capacitação. “É de muita importância a qualificação para os professores. O curso nos prepara para melhor receber as pessoas com deficiência em nossos núcleos e, com isso, fortalecer o atendimento à população como um todo”.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *