JOMPEDE reúne 250 atletas em Volta Redonda
9 de novembro de 2019
Caminhão bate em poste e explode transformador em Angra
9 de novembro de 2019

Resende recebe em novembro a visita do ‘Ônibus Lilás’

Ações de prevenção à violência contra a mulher irão acontecer de 10h às 15h, no Calçadão do Campos Elíseos

Resende recebe em novembro a visita do ‘Ônibus Lilás’, ação vinculada entre a Prefeitura de Resende, através da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, e a Subsecretaria de Políticas para Mulheres do Estado. O projeto acontecerá no dia 12 de novembro, das 10h às 15h, no Calçadão do Campos Elíseos, ao lado do totem da Prefeitura, na Rua Alfredo Whately. O veículo tem percorrido diversas cidades do estado do Rio de Janeiro oferecendo salas com atendimentos e orientações sobre a prevenção à violência contra a mulher e a Lei Maria da Penha.

Em Resende, serão disponibilizados profissionais do município como psicólogas, assistentes sociais e advogadas para o acolhimento de mulheres em situação de violência. O projeto antecipará o início das atividades pelo Dia Internacional para Eliminação da Violência contra as Mulheres no município, comemorado no dia 25 de novembro. Resende terá 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres.

Além disso, o ‘Ônibus Lilás’ contará com a Patrulha Maria da Penha – Guardiões da Vida, do 37° Batalhão da Polícia Militar de Resende, com o Centro Comunitário de Defesa da Cidadania, do governo do Estado, com isenções para retiradas de segundas vias de documentos como certidão de nascimento e identidade, uma equipe do Ambulatório Especializado da Mulher, para orientar sobre a prevenção e saúde da mulher, e também o OAB Mulher de Resende.

A Secretária Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, Jaqueline Primo, destacou a importância da ação do ‘Ônibus Lilás’.

– A intenção é disseminar a informação com uma campanha de conscientização, justamente para continuar mobilizando a população pelo fim da violência contra as mulheres – disse Jaqueline Primo.

A Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos ressalta ainda que a denúncia do crime contra a mulher é feita somente na delegacia. Os serviços oferecidos pelo Ônibus Lilás são para acompanhamento psicossocial e em casos da mulher em situação de violência. As mulheres que visitarem o projeto receberão orientações sobre como denunciar a violência.

Violência contra as mulheres

A Lei Maria da Penha indica mais duas formas de violência: moral e patrimonial, além das violências física, sexual e psicológica. Segundo o relatório anual do Dossiê Mulher, criado pelo Instituto de Segurança Pública, em 2018 no estado do Rio de Janeiro ocorreram 71 casos de feminicídios e 288 tentativas.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *