Natal do Amor encanta pessoas de todas as idades em VR
15 de dezembro de 2019
Motorista de aplicativo é preso com granadas e munições em Angra
15 de dezembro de 2019

PM é acionada para coibir baderna em república no Jardim Amália 1

Parte dos fundos da república que vizinhos pedem o fechamento, por conta de frequentes badernas

Vizinhos de uma república de estudantes de Medicina, que funciona no número 80 da Rua Almirante Barroso, no Jardim Amália 1, em Volta Redonda, acionaram a Polícia Militar há pouco, por conta de uma festa que está acontecendo no local, considerada uma das áreas nobres da cidade. Segundo os moradores, desde as 8h30 da manhã o clima é de balbúrdia, com som em volume muito além do permitido por lei.

– Pôxa, hoje é domingo, dia sagrado de descanso  Estão colocando funks proibidões em volume insuportável. Uma das letras, por exemplo diz: ‘… você tá de pijama, vou comer tua b*#*eta’. Não respeitam ninguém. Muito menos idosos doentes, mulheres e crianças”, lamentou o morador de  num prédio em frente, na mesma rua, onde vários moradores tiveram que sair de suas casas hoje por causa da baderna.

Um outro morador lembrou que há mais de dois anos as algazarras se repetem no mesmo endereço, cujos donos do imóvel também moram na vizinhança, mas não tomam providências. Ano passado, um inquérito foi aberto na 93° DP (Volta Redonda) para apurar responsabilidades. Os moradores da área querem o fechamento da república e a responsabilização não só dos estudantes por infringirem  com frequência a Lei do Silêncio, mas também de seus pais e dos proprietários do imóvel.

– Não suportamos mais. Os estudantes gritam palavrões, berram o tempo todo, enfim, fazem um inferno – completou outro morador.

O comando do 28° BPM (Volta Redonda) determinou a ida de uma guarnição ao endereço para verificar as denúncias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *