Quatis começa a restringir acesso à cidade como prevenção ao Covid-19
1 de abril de 2020
Santa Casa de BM desmente noticias sobre vagas de empregos nas redes sociais
1 de abril de 2020

Secretaria de Saúde alerta sobre a prevenção de doenças causadas pelo Aedes aegypti

Município tem confirmados até o momento, quatro casos de dengue e um de febre chikungunya. Recomendação é para que moradores verifiquem as condições de seus quintais e áreas externas

A Secretaria de Saúde de Barra Mansa, por meio do Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental, alerta sobre os cuidados da população no combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika vírus e febre chikungunya. Com quatro casos de dengue e um de febre chikungunya confirmados, o município estruturou um sistema de plantão para atuação dos agentes de combate à endemia. O serviço está sendo realizado tendo como referência as localidades onde foram registradas a doença.

De acordo com o secretário da Pasta, Sérgio Gomes, até então as visitas dos agentes de endemia estavam suspensas temporariamente, por conta novo coronavírus. “Com o surgimento dos casos de dengue e febre chikungunya estruturamos para que as equipes possam retomar os trabalhos, de maneira cautelosa, pois mesmo durante a pandemia do Covid-19, é preciso precaução para evitar outras doenças”, destacou.

Sérgio Gomes reforçou a importância de toda sociedade no combate ao mosquito. “Aproveitando a quarentena, fazemos um apelo para que cada morador elimine os possíveis focos do vetor, com a verificação das condições e manutenção das caixas d’ água e calhas, limpeza dos quintais e áreas externas, assim como a eliminação de recipientes que possam favorecer o acúmulo de água parada. Esse trabalho deve ser de todos nós”.

Na próxima semana, existe a expectativa de o Governo do Estado enviar inseticida ao município para que seja realizada a inclusão da pulverização do produto (carro fumacê) para combater o Aedes Aegypti.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *