Radialista Jimmy Raw morre de coronavírus, no Rio
3 de junho de 2020
Trio que fugiu do cerco da PRF é preso, em Piraí
3 de junho de 2020

Prefeitura de Volta Redonda fiscaliza cerca de 150 ônibus por semana

Nesta terça-feira, dia 02, ação foi realizada no Jardim Amália e Hospital Regional; foram observados a higienização dos carros, o uso de máscaras e a lotação dos veículos

A Prefeitura de Volta Redonda, através da Secretaria Municipal de Transporte e Mobilidade Urbana, segue atuando na fiscalização do transporte coletivo da cidade diante da pandemia da Covid-19, o Novo Coronavírus. O trabalho, iniciado em 23 de março pela Secretaria Municipal de Transporte e Mobilidade Urbana (STMU), resultou em mais de mil veículos fiscalizados em dois meses. Com o novo cenário, as equipes de fiscais atuam, no mínimo, três vezes por semana com a meta de abordar, pelo menos, 150 carros no período.

Na tarde desta terça-feira, dia 02, os fiscais da STMU atuaram no ponto final do bairro Jardim Amália e do Hospital Regional. O objetivo é observar a sanitização dos ônibus; o uso da máscara, obrigatório para passageiros e operadores do transporte público; além de fazer uma análise razoável da lotação dos carros. Para esta semana, ainda estão programadas oito ações similares de fiscalização do transporte público.

O prefeito Samuca Silva explicou que a permissão para que o número de passageiros por viagem fosse aumentado se deu por conta da flexibilização das medidas restritivas de prevenção ao contágio pelo novo coronavírus.

“Com a retomada das atividades econômicas, o poder público precisava garantir transporte para os trabalhadores do setor. Mas o cuidado com a prevenção à saúde continua sendo prioridade, por isso a fiscalização no atendimento das empresas de ônibus foi intensificada”, afirmou Samuca, reforçando que as empresas devem seguir rigorosamente todas as normas sanitárias de saúde pública, sob pena de responsabilidade administrativa, civil e criminal.

A diretora de Transporte da Secretaria de Transporte e Mobilidade Urbana (STMU), Ana Liege Dornelas, esclareceu que, além das duas equipes de fiscais que observam in loco a segurança do serviço de transporte público oferecido à população, as empresas enviam relatórios diários à secretaria. “Recebemos fotos e vídeos da ação de higienização dos carros executados pelas empresas, que devem ser feitos ao final de cada viagem”, informou Ana Liege.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *