Secretarias iniciam trabalhos de limpeza de vias públicas em Porto Real
6 de janeiro de 2021
Neto quer tratamento digno para os moradores em situação de rua
6 de janeiro de 2021

Governador mobiliza forças de segurança para localizar as três crianças desaparecidas na Baixada Fluminense

O vice-governador eleito do Estado do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PSC), anuncia secretários em entrevista coletiva sobre a transição do governo, na Fecomércio.

Desde o registro do desaparecimento de Lucas Matheus da Silva, de 8 anos, Alexandre da Silva, de 10, e Fernando Henrique Ribeiro Soares, de 11 anos, o Governo do Estado do Rio de Janeiro vem acompanhando as investigações e está mobilizado no esclarecimento do caso. A Secretaria de Estado de Polícia Civil (Sepol), por meio da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), ouviu familiares e testemunhas, e realizou diligências em pelo menos 30 locais na capital e nos municípios de Belford Roxo, Duque de Caxias e Nova Iguaçu, com base em depoimentos e notícias de possíveis regiões em que os meninos teriam sido vistos.

Nesta terça-feira (05/01), dois amigos das crianças prestaram depoimento e buscas foram realizadas em uma área de mata apontada como local para onde eles teriam ido. Os policiais também analisaram imagens de mais de 40 câmeras de segurança que poderiam ter registrado os três, mas em nenhuma eles foram flagrados. As investigações continuam na especializada.

O governador em exercício Claudio Castro usou as redes sociais para pedir apoio da população com informações. Ele se solidarizou com os familiares das crianças.

– Como pai imagino o quão difícil é este momento. Fique atento às crianças nas ruas. Ajude-nos a localizar Lucas, Alexandre e Fernando – reforçou o governador.

Atuação da FIA
Na segunda-feira (04/01), a Fundação para a Infância e Adolescência (FIA), da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, acompanhou uma ação de busca da Polícia Militar em São João de Meriti. A FIA havia recebido denúncia de que os meninos estariam no município, mas ninguém foi encontrado.

O governo reforça que para comunicar o desaparecimento de alguém não é preciso esperar 24 horas. A orientação é procurar a delegacia de Polícia mais próxima e registrar um boletim de ocorrência. Denúncias que possam ajudar nas investigações devem ser realizadas pelos telefones do Disque Denúncia: 2253-1177; Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense: 2779-6902 / 5834 ou 98596-7442; e o programa SOS Crianças Desaparecidas: 2286-8337 e 98596-5296.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *