Força-tarefa de enfrentamento à Covid-19 interdita bares em Barra Mansa
27 de março de 2021
Jornalista Paulo Stein morre vítima de covid-19 no Rio
27 de março de 2021

Volta Redonda registra 12 óbitos por coronavírus

Governo Federal corta R$ 5 milhões da verba do Fundeb de Volta Redonda

VOLTA REDONDA - VISTA PARCIAL - VILA

A prefeitura de Volta Redonda, através da Secretaria de Saúde do Município, registrou neste sábado, 12 mortes por coronavírus, quatro a mais registradas no dia passado. Esse é o maior número de mortos em um dia.

Por mais que as autoridades recomendem, muitas pessoas continuam se aglomerando e ignorando o maior surto da pandemia no Estado do Rio de Janeiro. Neste sábado, a Força-Tarefa fechou uma igreja evangélica no bairro Voldac, onde havia, segundo os agentes, um show gospel.

O prefeito Antônio Francisco Neto pede para população sair de casa apenas se necessário 

– Ontem, chegaram equipamentos para montar mais quatro leitos. Em breve poderemos abrir mais 10 leitos. Conseguimos arrumar oxigênio para as nossas unidades, já aplicamos mais de 30 mil doses de vacina. Aumentamos o número de unidades básicas para as pessoas fazerem testes e pedimos muito para as pessoas respeitarem as regras.

Olha gente, estamos fazendo o possível e o impossível.

Tentamos ainda de todas as formas criar regras democráticas de convívio social: quem precisa trabalhar, vai trabalhar para não quebrar e não ficar com fome. Quem pode, fica em casa e só sai quando necessário.

Quero registrar que a maioria fez sua parte e sou grato a eles. No entanto, numa pandemia a minoria pode fazer a diferença para o pior. E o pior está batendo na nossa porta, graças a insensatez de alguns, à falta de empatia e a investimentos errados do passado.

Estamos analisando os demais quadros da sexta-feira e os dados epidemiológicos, para ver anunciar o que vamos fazer para impedir que o vírus siga circulando na cidade.

Vamos falar com o Rodrigo Drable e Ednardo Barbosa, para tomarmos uma decisão conjunta. Já estamos em contato.

Até lá, vamos aumentar o efetivo nas ruas para fiscalizar. Vamos pedir apoio das demais forças de segurança.

Ainda precisamos da União de todos, pois sem isso não seremos capazes de vencer. Não importa quantos leitos abrimos, nada vai adiantar se toda a cidade não entrar na luta contra o Coronavírus – completou o prefeito Neto.

 

Abaixo outros dados sobre o coronavírus.

1 Comentário

  1. Sergio Luiz Macedo Fortuna disse:

    E ainda assim, o prefeito abriu as portas do município para partidas do campeonato paulista. Logo de São Paulo, estado que tem o maior número de infectados e também o maior número de mortos. A tendência, agora, é piorar ainda mais a situação em Volta Redonda. Esse é mais um RETRATO DO BRASIL REAL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *