Polícia Militar apreende mais de 40 quilos de camarão no período do defeso
2 de abril de 2021
Caminhão baú derruba postes no bairro Jardim Primavera
2 de abril de 2021

Arqueiro também tem melhor média de defesas comuns por jogo ao lado de goleiro do Fluminense

O Resende está bem servido de goleiros no Campeonato Carioca 2021. O titular e prata da casa Jefferson deixou seu cartão de visitas já na primeira rodada, garantindo a vitória por 2×1 sobre o Fluminense e teve outras boas atuações ao longo dos jogos. Quando o arqueiro precisou se ausentar, por suspensão ou lesão, entrou em cena Fraga, que também brilhou e é líder de defesas difíceis no campeonato até aqui, com 13 defesas difíceis em apenas três jogos, de acordo com o site footstats.com.br.

Na terceira rodada, quando o Resende enfrentou o Madureira fora de casa, Jefferson foi expulso em uma jogada que poderia render o gol ao time da casa. Entrou em cena Fraga, que fechou o gol e garantiu um ponto valioso para o Resende no Estádio Aniceto Moscoso. Com a suspensão, Fraga atuou contra o Flamengo e operou milagres no Maracanã, mesmo saindo sem a vitória.

Em mais uma grande exibição, o goleiro teve a chance de atuar contra a Portuguesa devido a um problema muscular de Jefferson. Fraga lidera o campeonato no quesito defesas difíceis, com 13. O segundo neste ranking é Klever, do Boavista, com 9 defesas difíceis. Na média de defesas comuns por jogo, Fraga possui a melhor média da competição: três por partida, ao lado de Marcos Felipe, do Fluminense. 

“Me inspiro muito no Buffon, é uma referência enorme para qualquer goleiro. Me mantenho focado, paciente e disciplinado, dando tudo de mim nos treinos. Deus tem me capacitado em todos os momentos.”, contou Fraga.

O goleiro também falou sobre a oportunidade de sair do banco e atuar em alto nível em uma competição de alto nível.

“Essa é uma oportunidade gigantesca na minha vida e na minha carreira. Atuar em uma boa equipe e em uma competição como o Campeonato Carioca depois de um período tão complicado como o que vivemos ano passado com a paralisação do futebol diante de uma pandemia é uma felicidade imensa. Tem sido um divisor de águas para mim e tenho muita gratidão pela oportunidade”, concluiu.

O Resende volta a campo no próximo domingo, dia 4 de abril, contra o Boavista, no Estádio do Trabalhador. A situação do goleiro Jefferson ainda não está definida e a dúvida na meta do Gigante do Vale ainda permanece. Ao treinador Sandro Sargentim resta a tranquilidade de saber que o elenco está bem servido de paredões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *