Carreta dá um “L”, em frente ao condomínio Jardim Mariana, na Rodovia do Contorno
12 de janeiro de 2022
Covid-19: Barra Mansa recebe 7.188 doses de vacina Pfizer
12 de janeiro de 2022


Motorista assassinado em Volta Redonda era suspeito de tentativa de homicídio

O motorista de ônibus Cícero Afonso dos Santos Gomes, de 27 anos, assassinado a tiros no final da manhã desta quarta-feira (12), no bairro Santa Cruz II, em Volta Redonda, estava respondendo em liberdade de uma acusação de tentativa de homicídio. O caso ocorreu em 2013.

Cícero chegou a ser preso em março do ano seguinte, quando foi apresentado à imprensa pelo então delegado Antônio Furtado, hoje deputado federal, como um suposto “justiceiro”. Então com 19 anos, Cícero, conhecido pelo apelido de “Calcinha”, negou envolvimento, afirmando estar certo de que provaria sua inocência. Ele mesmo revelou aos jornalistas que conhecia a vítima desde a infância, tendo os dois, inclusive, estudado juntos.

A tentativa de assassinato atribuída a Cícero e a outro suspeito – na época motorista da Viação Sul Fluminense, que também chegou a ser preso, mas ainda não foi julgado –, ocorreu no final da noite de 13 de abril de 2013, na Rua Cambuquira, em Santa Rita do Zarur. Um jovem estava de bicicleta quando foi surpreendido por dois homens numa motocicleta. Ambos usavam capacete. O que estava na garupa (seria Cícero, segundo a denúncia), sacou uma arma e atirou.

O jovem conseguiu escapar com vida, mas teve deformado o dedo de uma das mãos, atingido por um dos disparos. Conforme o inquérito policial e a denúncia do Ministério Público à Justiça os denunciados “agiram por motivo torpe, tendo praticado o crime para mostrar poder e impor temor aos moradores do bairro Santa Rita do Zarur (…)”.

Em 2020, Cícero e outro suspeito chegaram a ser pronunciados para serem submetidos a júri popular na 1ª Vara Criminal de Volta Redonda, mas a defesa de ambos recorreu em 16 de novembro daquele ano. O recurso ainda não foi julgado no Tribunal de Justiça.

INVESTIGAÇÃO – O delegado de Volta Redonda, Edézio Ramos, disse que Cícero era também suspeito de dois homicídios. Ele disse que a morte do motorista já está sendo investigada, mas evitou comentários. “Estamos trabalhando”, se limitou a dizer. Foco Regional

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *