Motorista fica ferido ao bater na traseira de caminhão na Dutra, em Resende
18 de setembro de 2023
Motoboy sofre acidente na Beira-Rio, no bairro Retiro
18 de setembro de 2023


‘Cidadão VR’: Prefeitura de Volta Redonda forma mais uma turma em projeto de reinserção social

Quatorze pessoas em situação de rua receberam nesta segunda-feira (18) certificados de conclusão de curso em Auxiliar de Manutenção de Construção Civil

A Prefeitura de Volta Redonda realizou, na manhã desta segunda-feira (18), a formatura de mais uma turma do projeto “Cidadão VR”. A cerimônia aconteceu no auditório do Palácio 17 de Julho – sede da prefeitura -, no bairro Aterrado. Criado no ano passado, o projeto visa dar qualificação profissional a pessoas em situação de rua e ocorre em parceria entre a Smac (Secretaria Municipal de Ação Comunitária) e a Fevre (Fundação Educacional de Volta Redonda).

Foram entregues 14 certificados de formação no curso de Auxiliar de Manutenção de Construção Civil. A qualificação totalizou 123 horas de aula e os alunos aprenderam técnicas de alvenaria, acabamento, elétrica, pintura e hidráulica, com o instrutor do CQP (Centro de Qualificação Profissional Aristides de Souza Moreira), da Fevre, no bairro Aero Clube.

“Participar dessa formatura significa que estamos no caminho certo. E ter esses parceiros e uma equipe tão competente faz as nossas ações ficarem maiores. Estamos, mais uma vez, unindo nossas forças, num mesmo objetivo é que de fazer a diferença na vida de cada um de vocês. Em breve, cada um que está aqui hoje recebendo seu certificado será inserido no mercado de trabalho. Essa é uma promessa do nosso prefeito. No mais, contem conosco sempre. Estamos juntos com vocês nessa caminhada”, ressaltou a secretária municipal de Ação Comunitária, Carla Duarte.

O deputado estadual, Munir Neto, destacou a excelência do serviço que vem sendo realizado em Volta Redonda no âmbito social.

“Quero cumprimentar a todos os envolvidos nessa ação. A administração municipal não mede esforços para atender a todas as camadas da sociedade. E a Smac vem avançando, e muito, nas políticas públicas voltadas para a assistência social, tornando o trabalho reconhecido em todo o país. Aproveitem essa oportunidade para mudarem de vida e sejam exemplo que os outros que ainda não estão participando do projeto. Parabéns para vocês que superaram as dificuldades, estão formados e em um curto espaço de tempo trabalharão”, finalizou o deputado.

Um dos formandos é Celso Márcio Gonçalves Marques, 49 anos, que frequentou o curso de Pedreiro de Acabamento. “Vim para Volta Redonda porque essa cidade sempre me deu oportunidades e dessa vez não está sendo diferente. Atualmente estou no Abrigo Seu Nadim e, com essa formatura, espero conseguir oportunidades de emprego. Até porque não vou parar só nesse curso. Eu gosto de estudar e não aproveitei quando era mais novo. Já estou no Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) fazendo o curso de Auxiliar Administrativo”, revelou Celso.

Para a Coordenadora do “Cidadão VR”, a assistente social Joveline Batista Tomaz, a iniciativa é importante para promover uma mudança na vida dessas pessoas. “Esse curso, além de trabalhar a autonomia e a inserção no mercado de trabalho, desperta a possibilidade de reconstrução de novos projetos de vida. Isso estimula eles a pensarem no futuro”, enfatizou.

Rede de atendimento estruturada

Volta Redonda possui uma Rede Municipal de Atendimento à População em Situação de Rua estruturada, considerando o fluxo de pessoas utilizando os logradouros públicos como moradia temporária ou em trânsito.

O município conta com o Serviço Especializado em Abordagem Social, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h, com objetivo de identificar as pessoas e encaminhar para os serviços socioassistenciais. A equipe e formada por profissionais qualificados contendo uma coordenação, psicólogo, assistente social e educadores social.

O Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop), que fica no Aterrado e oferece às pessoas em situação de rua atendimento técnico com psicólogos e assistentes social, encaminhamento para documentação civil, acompanhamento sistemático para reinserção na sociedade e saída das ruas. Além das ofertas de alimentação, banho, lavagem de roupas e atividades coletivas, de segunda a sexta-feira, da 8h às 20h.

O Abrigo Municipal Seu Nadim, no bairro Nossa Senhora das Graças, que oferta 25 vagas para acolhimento de munícipes. O espaço conta com uma equipe técnica que trabalha autonomia dos usuários.
Volta Redonda conta ainda com o Serviço de atendimento ao Migrante, que fica na Rodoviária Municipal, e oferta passagem para migrantes. O funcionamento é de segunda a sexta-feira das 8h às 17h.

O atendimento à população em situação de rua também é feito através de parcerias dentro da própria prefeitura, como o Consultório na Rua, da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), que também conta com o Programa de Saúde Mental, para atender as pessoas em situação de rua que são dependentes químicos, usuários de álcool e outras drogas, entre outros. Fotos: Geraldo Gonçalves – Secom/PMVR.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *