Transbordo de carga altamente tóxica interdita BR-393, em Barra do Piraí
5 de dezembro de 2023
Objetos perfurantes colocados nas ruas da cidade deixam motoristas vulneráveis
5 de dezembro de 2023


Programa ‘Empoderadas’ retorna a Volta Redonda

Município vai ganhar sete polos do projeto de fortalecimento da rede de proteção às mulheres

Volta Redonda ganhou nessa segunda-feira (4) mais um aliado ao combate à violência contra a mulher: o retorno do polo do projeto “Empoderadas”. O Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do bairro Retiro foi o escolhido para sediar o primeiro polo do programa. Ao todo, a cidade vai ganhar sete polos, que serão inaugurados gradativamente. As inscrições para as aulas já estão abertas e deverão ser feitas no Cras do Retiro.

De acordo com a subsecretária municipal de Assistência Social, Rosane Marques, o programa é aberto à população em geral, e não somente às pessoas que sofrem violência.

“O programa é preventivo, portanto, qualquer pessoa pode participar. Já tivemos um polo em Volta Redonda há alguns anos e deu muito resultado. Muitas famílias foram beneficiadas e as mulheres se sentiram muito empoderadas. Queremos cortar esse traço de violência e empoderar as pessoas, trazer as famílias para que elas sejam mais organizadas, os jovens mais maduros e as mulheres mais fortes”, disse a subsecretária.

A ação é uma iniciativa do Governo do Estado, através da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SEDSODH), em parceria com a prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Smas), que oferecerá aulas de prevenção e enfrentamento à violência contra meninas, mulheres e mulheres trans (através de técnicas de defesa pessoal) e assistência social.

Nesse primeiro polo estão sendo disponibilizadas 60 vagas. As aulas acontecem às segundas e sextas-feiras, das 13h30 às 15h, no Cras do Retiro.

De acordo com o deputado estadual Munir Neto, um dos responsáveis pela vinda do programa para Volta Redonda, o ‘Empoderadas’ é mais um equipamento que vai fortalecer a rede de proteção na cidade.

“Os participantes terão informações sobre direito, leis de proteção, situações de risco e como sair delas, garantindo a segurança não só da mulher, mas de toda sua família. Agradeço ao Governo do Estado pela confiança e escolha de Volta Redonda para sediar esses polos”, ressaltou o deputado.

O vereador Halison Vitorino, que também estava presente na inauguração, ressalta que o programa consolida o trabalho de enfrentamento à violência contra as mulheres desenvolvido em Volta Redonda.

“A implantação desse programa nos mostra o compromisso do Governo do Estado, através da secretária estadual de Desenvolvimento, Rosangela Gomes, do deputado Munir Neto e da Prefeitura de Volta Redonda com a mulher, que tem toda a minha atenção, respeito e dedicação”, disse o vereador, ressaltando que é autor de leis de proteção às mulheres.

O programa

O “Empoderadas”, criado pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro e apoiado por Érica Paes, ex-lutadora de MMA e campeã mundial de jiu-jitsu, é um projeto multifacetado, direcionado à prevenção e enfrentamento à violência contra mulheres, e mostra às mulheres quais são as principais situações de risco de violência e de que forma prevenir e sair delas, através de técnicas esportivas de defesa.

A atuação visa o combate à violência doméstica, feminicídio, estupro, importunação sexual, assédio moral e assédio sexual no ambiente de trabalho.

O programa realiza ainda promoção e conscientização dos direitos e as leis voltadas à proteção das mulheres; atendimento psicológico (com extensão para os filhos das alunas); cursos de capacitação e qualificação profissional e reiteração aos estudos. Fotos de divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *