Bolsonaro e militares são investigados por tentativa de golpe
8 de fevereiro de 2024
Ordem Pública de Volta Redonda alinha ações da Patrulha do Idoso para 2024
8 de fevereiro de 2024


Campanha “NÃO É NÃO” busca coibir violência contra mulheres durante o Carnaval

Iniciativa visa conscientizar e garantir ambiente seguro para foliãs, com atividades educativas e orientações sobre direitos

Com o objetivo de coibir crimes de violência contra mulheres e garantir um Carnaval mais seguro para o público feminino, a campanha “NÃO É NÃO” será realizada nesta quinta-feira, dia 08, em diversos pontos de Barra do Piraí. Promovida pela 88ª DP, por meio NIAM (Núcleo Integrado de Atendimento à Mulher), a iniciativa conta com a participação de autoridades policiais, incluindo o 10º Batalhão de Polícia Militar, o Programa Segurança Presente e a Guarda Municipal.

O delegado titular da 88ª DP, Antonio Furtado, afirmou que durante este período observa-se um aumento significativo nas ocorrências de violência contra as mulheres. Para enfrentar esse desafio, Furtado explicou que o objetivo é unir esforços para promover uma ampla conscientização.

A campanha “NÃO É NÃO” incluirá diversas atividades em pontos estratégicos. Haverá blitz educativa em frente à 88ª DP e no DPO (Destacamento de Policiamento Ostensivo), panfletagem no Centro, próximo à área comercial, e em frente ao Royal Sport Clube, com entrega de material informativo e incentivo a denúncias.

Além das atividades mencionadas, a campanha incluirá a distribuição de cartilhas e fornecimento de orientações sobre direitos e redes de apoio disponíveis para mulheres vítimas.

Furtado enfatizou a importância das ações e destacou que é fundamental que todos estejam engajados nessa causa, promovendo um ambiente de respeito e segurança para todas as foliãs.

-A campanha “NÃO É NÃO” é planejada para sensibilizar a sociedade e promover a prevenção. Nada pode justificar o abuso, a importunação. A recusa a uma investida precisa ser compreendida e respeitada. Por meio da atuação das autoridades policiais locais, esperamos contribuir para que as pessoas, sobretudo as mulheres, possam aproveitar as celebrações com tranquilidade – concluiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *