Homem sofre tentativa de homicídio em Angra dos Reis
11 de fevereiro de 2024
Mega-Sena acumula e próximo prêmio deve pagar R$ 53 milhões
11 de fevereiro de 2024


Carnaval 2024: Bloco da Vida de Volta Redonda celebra a vida na avenida

Com o enredo “A arte da vida consiste em fazer da vida uma obra de arte”, 500 integrantes dos grupos de convivência da prefeitura desfilaram na noite desse sábado, 10, na Vila Santa Cecília

“Felicidade é ter saúde! Cuidando do corpo, da alma e da mente. A Melhor Idade celebra a vida e o Bloco da Vida a arte de viver…”. Os 500 integrantes do Bloco da Vida da Prefeitura de Volta Redonda – maior bloco carnavalesco da Melhor Idade da região – celebraram a vida durante o desfile na noite desse sábado, dia 10, na Rua 14, na Vila Santa Cecília. A animação da Melhor Idade contagiou o público com o enredo “A arte da vida consiste em fazer da vida uma obra de arte” e desenvolveu na avenida com quatro carros alegóricos; comissão de frente; porta-bandeira e mestre-sala; rainha da bateria; e 50 destaques.

Os componentes foram divididos em dez alas: “Dança”, “Xilogravura”, “Música” (com os 60 componentes da bateria), “Histórias em Quadrinhos”, “Literatura”, “Pintura Rupestre” (com as 40 baianas), “Escultura”, “Filmes”, “Dançando na Chuva” e “Arquitetura”. Os compositores do samba enredo são João Felipe, Ronie Oliveira, Kaká (Sorriso Aberto) e Kokó do Banjo; o interprete é João Felipe.

“A felicidade que o Bloco da Vida traz para as pessoas, não só quem desfila, mas também aqueles que participam e que vem prestigiar os familiares, muito nos alegra e nos enche de admiração. O Bloco da Vida é o maior bloco carnavalesco da Melhor Idade do Brasil e todos os volta-redonseses devem se orgulhar disso. A Melhor Idade mostra cada vez mais o seu valor e hoje foi um dia muito importante para Volta Redonda”, destacou o prefeito Antonio Francisco Neto, que ainda prestou uma homenagem ao carnavalesco Paulo Bernardo pelo seu trabalho à frente do bloco.

Muita emoção com o retorno à avenida

Áurea da Silva, de 91 anos, estava emocionada com o retorno do Bloco da Vida, que ficou sem desfilar por três anos devido a pandemia da Covid-19. Áurea, que é moradora do bairro São Lucas, participa do bloco desde a sua fundação em 1998. Este ano, ela desfilou na ala “História em Quadrinhos” ao lado de sua filha.

“Minha família fala que sou uma das pioneiras do bloco, sempre gostei de Carnaval e desfilo no Bloco da Vida desde sua primeira edição. É uma alegria enorme esse retorno, que foi muito aguardado por todos nós, é um divertimento poder desfilar com meus familiares, com as minhas amigas. Isso me impulsiona a continuar vivendo”, comentou Áurea.

Hormínio Gama Filho foi destaque não só do carro abre-alas, despertando a atenção de quem acompanhava a concentração do bloco. Vestido de homem da caverna, Hormínio, que é instrutor de teatro da Academia da Vida Oscar Cardoso, participou de muitas selfies com o público.

“No Carnaval, as pessoas que desfilam esperam o ano inteiro para isso. Estávamos esperando há mais tempo para desfilar com segurança. Então, a minha expectativa, a felicidade de estar aqui hoje é muito maior. É impossível descrever esse sentimento. Todo o carinho que estou recebendo do público me deixa emocionado!”, disse.

Desfile com a campeã do Carnaval carioca

O Bloco da Vida já tem outro desfile programado para depois do Carnaval. No dia 24 de fevereiro, o bloco da Melhor Idade faz o mesmo percurso, desta vez como anfitrião da escola de samba campeã do Grupo Especial do Carnaval carioca.

História

O Bloco da Vida foi fundado em 1998, no primeiro mandato do prefeito Antonio Francisco Neto. É o primeiro e o maior bloco de Carnaval da Melhor Idade do Brasil. O Bloco da Vida chegou a ter 1,5 mil componentes. Os foliões do bloco têm mais de 55 anos e a maioria faz parte dos projetos para Melhor Idade das secretarias municipais de Esporte e Lazer (Smel), de Assistência Social (Smas), e da Fevre (Fundação Educacional de Volta Redonda), através da Academia da Vida Oscar Cardoso, voltada para projetos educacionais da Melhor Idade.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *