Mário Esteves decreta ‘calamidade pública’ em Barra do Piraí e confirma mais uma morte
22 de fevereiro de 2024
Aulas em Barra do Piraí estão suspensas nesta quinta e sexta-feira
22 de fevereiro de 2024


Bloco da Vida e Viradouro desfilam neste sábado em Volta Redonda

O Bloco da Vida da Prefeitura de Volta Redonda, atração principal do Carnaval na cidade, e a Unidos do Viradouro, escola de samba campeã do Grupo Especial do Rio de Janeiro em 2024, fecham a programação da folia neste sábado (24). As duas agremiações desfilam na Vila Santa Cecília pela Rua 14, começam pela Praça Brasil e vão até o antigo Escritório Central da CSN.

O maior bloco carnavalesco da Melhor Idade da região, o Bloco da Vida, abre a programação, às 20h, fazendo o segundo desfile do ano. O grupo promete repetir o espetáculo do último sábado de Carnaval, dia 10 de fevereiro, com o enredo “A arte da vida consiste em fazer da vida uma obra de arte”. Os 500 foliões entram na avenida divididos em dez alas, com quatro carros alegóricos, comissão de frente, porta-bandeira e mestre-sala, rainha da bateria e 50 destaques.

“Essa é uma oportunidade para quem perdeu a apresentação no sábado de Carnaval e também para quem viu e quer reviver a emoção que os componentes da Melhor Idade de Volta Redonda entregaram na avenida. Beleza, alegria e vitalidade resumem o desfile do Bloco da Vida”, disse Ricardo Ballarini, gestor do Banco da Cidadania, órgão vinculado à Secretaria Municipal de Assistência Social (Smas), responsável pela organização do Bloco da Vida em 2024.

Viradouro traz parte do enredo ‘Arroboboi, Dangbé’ para Volta Redonda

A Escola de Samba Unidos do Viradouro, da cidade de Niterói, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, traz para Volta Redonda parte do enredo campeão do Carnaval carioca de 2024. Com “Arroboboi, Dangbé”, a agremiação ganhou o 3º título da história da escola no sambódromo do Rio.

No desfile deste sábado (24), a Viradouro entra na avenida, às 21h, com 120 componentes, divididos em ritmistas, diretor de Bateria, passistas, harmonias, casal de mestre-sala e porta-bandeira, o apresentador de casal, velha guarda, baianas, além do cantor, cavaquinista e a torcida da escola com bandeirões e fumaça colorida.

O público de Volta Redonda verá parte do desfile apresentado na Marquês de Sapucaí, retratando o enredo “Arroboboi, Dangbé”, que conta a história das guerreiras Mino, do reino Daomé, atual Benin, pedindo proteção à grande cobra mítica Dangbé, cultuada no Noroeste da África.

“Queremos aqui agradecer imensamente à Fundação Oswaldo Aranha (FOA) e ao UniFOA (Centro Universitário de Volta Redonda), que estão permitindo essa ação cultural tão importante para nossa cidade, em especial para retomada do maior bloco da Melhor Idade do estado. Vamos voltar em breve a ser o maior do país”, disse o prefeito Antonio Francisco Neto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *