Entenda o que é o transtorno do espectro autista
2 de abril de 2024
Volta Redonda: mais de mil pessoas foram atendidas em 2024 pelo ‘Advogado Social’
2 de abril de 2024


Mulher acusa motorista de aplicativo de agressão em Volta Redonda

A Polícia Civil de Volta Redonda está investigando o caso de um motorista de aplicativo que teria agredido uma passageira durante uma corrida na noite do domingo (31) de Páscoa na cidade. A vítima é uma cabeleireira, de 37 anos, e um boletim de ocorrência por lesão corporal foi aberto por ela na delegacia cidade.

A mulher contou em depoimento que no carro – um Voyage – estavam ela, sua filha, de 5 anos, sua irmã, de 33, seu sobrinho, de 9, e um amigo da irmã. A corrida foi solicitada pela irmã, por volta das 22h15min, no bairro Retiro com destino final no bairro Eucaliptal. No entanto, segundo a vítima, a irmã adicionou uma parada durante o trajeto na Rua Manchester, no bairro 249,  para que o amigo dela fosse deixado em casa.

Durante o primeiro trajeto, a vítima contou que a irmã pediu para que o condutor mudasse sua rota para outra rua, para deixar o seu amigo na porta de casa, mas o motorista teria se negado e dito que iria seguir o GPS. Ao passarem pelo bairro Conforto – vizinho ao Eucaliptal -, após o amigo já ter sido deixado em casa, o condutor, segundo a vítima, teria se perdido no bairro e perguntado o caminho, e a irmã respondeu para ele “seguir o GPS”, conforme o motorista havia dito para ela na primeira parada.

Irritado com a resposta, o motorista teria obrigado todos desembarcassem na Rua 238, próximo a um bar, mas que somente deu tempo da sua irmã e seu sobrinho deixarem o veículo. Em seguida o motorista teria arrancado, com ela e sua filha ainda dentro, parado na Rua Dois, próximo ao Conforto Festas, pegado nos braços da vítima e da filha e jogado para fora do carro e indo embora.

A vítima e a filha deram entrada no Hospital Doutor Nelson dos Santos Gonçalves (antigo Cais Aterrado), onde passaram por exames. A mulher contou que o par de chinelos da filha ainda ficou dentro do carro e afirmou que deseja representar criminalmente contra o motorista. O Destaque Popular mantém espaço aberto para caso o motorista ou seus advogados desejem se manifestar a respeito do ocorrido.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *