Posturas de Barra Mansa realiza fiscalização em carros de som
12 de agosto de 2019
Troca de tiros entre traficantes deixa seis mortos em Angra
12 de agosto de 2019

Cello Encounter leva espetáculo à Igreja São Sebastião, no Retiro

Espetáculo levou concerto,  dança, exposições de arte, masterclasses e workshops para população de Volta Redonda

Na noite deste sábado, dia 10, aconteceu o último dia do 25º Rio Internacional Cello Encounter. Dessa vez, a apresentação da Orquestra de Cordas de Volta Redonda, com a presença de grandes nomes internacionais e nacionais do cenário musical, foi na Igreja São Sebastião, no bairro Retiro. Quem esteve no local pode apreciar um pouco do maior festival de violoncelos do Brasil, com homenagens a grandes nomes da música como Heitor Villa Lobos, Led Zeppelin e Clara Schumann.

A Maestrina Sarah Higino, que comandou a regência da Orquestra de Cordas, disse que no festival teve professores das grandes universidades americanas, da Inglaterra e um time brasileiro do mais alto nível. “São gerações que se comunicam, onde nunca estiveram juntos e estão fazendo musica de qualidade. É importante também destacar que esses professores trazem para os alunos conhecimento técnico musical. Nesses três dias tivemos programações diferentes, com gêneros musicais diferentes, com o objetivo de fazer com que a população aprenda a gostar dos vários gêneros musicais que a musica pode oferecer”, enfatizou Sarah.

Idealizado pelo violoncelista David Chew, desde sua primeira edição, em 1964, o Cello Encounter trás em sua programação além de concertos, espetáculos de dança, exposição de arte, masterclasses e workshops.

“Em Volta Redonda essa parceria musical foi consolidada há vários anos, dado o interesse em promover o encontro de gerações entre professores convidados e os jovens músicos do projeto Volta Redonda Cidade da Música”, destacou David.

O morador do Retiro Sergio Gonçalves disse que ficou sabendo do projeto pela missa e foi conferir de perto um pouco mais sobre o festival. “Foi tudo lindo. Fiquei encantado e pude perceber o quão importante é a música tanto para os jovens quanto para os professores. Eles estavam fazendo que realmente gostam”, disse.

O prefeito Samuca Silva comentou que a programação e a participação de todos no evento fez um diferencial e mostra que Volta Redonda inspira todos os gêneros musicais. “ Os nossos estudantes das escolas públicas aprendem música de qualidade com os melhores professores. A Orquestra de Cordas fez um espetáculo que conquistou o público durante o festival”, afirmou.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *