População de Volta Redonda recebe mais de 16 mil sabonetes em dois dias de doação
26 de março de 2020
Gabinete de Crise para enfrentamento do coronavírus
26 de março de 2020

Volta Redonda retoma vacinação contra gripe em sistema de drive thru

Vacinação Sarampo

Nesta sexta-feira, dia 27, quatro pontos serão montados para aplicação das doses em idosos maiores de 60 anos

O município de Volta Redonda retoma a vacinação contra gripe para os idosos, maiores de 60 anos, nesta sexta-feira, dia 27, no sistema de drive thru. Postos de vacinação serão montados em quatro pontos da cidade para atender o público-alvo da primeira fase da campanha. A Praça Brasil, na Vila Santa Cecília; a Avenida Sávio Gama, próximo ao ponto final do Tarifa Comercial Zero, na entrada do Eldorado; o Aero Clube, em frente aos campos de futebol; e o bairro São Luiz, em frente ao posto de vistoria do Detran-RJ foram os locais escolhidos para aplicação das doses, das 8h às 17h.

O prefeito Samuca Silva lembra que apenas no primeiro dia de campanha, Volta Redonda imunizou 11 mil idosos dos 32.919 totais, esgotando as doses disponibilizadas pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro. “O fato indica uma corrida às unidades de saúde. Por isso, decidimos que a melhor estratégia para evitar aglomeração de pessoas e assim manter o isolamento social necessário no combate ao novo coronavírus, será a vacinação no sistema de drive thru. As pessoas serão vacinadas dentro dos próprios carros. Não haverá vacinação nas unidades de saúde”, informou Samuca.

O secretário de Saúde do município, Alfredo Peixoto, salientou que os maiores de 80 anos podem solicitar a vacinação domiciliar. “Ampliamos o número de atendentes para fazer o agendamento desse público”, disse, avisando que o contato deve ser feito pelos telefones (24) 3339-9628 e (24) 3339-9629.

Ele acrescentou que a vacinação em casa será ampliada gradativamente. “Assim que todos os idosos acima de 80 anos forem vacinados, passaremos a atender a faixa etária entre 70 e 79 anos e, por fim, os maiores de 60 e menores de 70”, contou Alfredo, lembrando que os profissionais de saúde, que também integram o público-alvo da primeira fase da campanha de vacinação contra gripe, serão vacinados nos próprios postos de trabalho.

Vacina

Apesar de não imunizar contra o novo coronavírus (Sars-Cov-2), a vacina contra a gripe aumenta a imunidade da população e reduz a circulação do vírus influenza. A vacinação também vai ajudar a diferenciar a gripe e a Covid-19. Ao proteger os idosos do vírus influenza (causador da gripe), a vacina impede uma sobrecarga do sistema respiratório, que agravaria os sintomas em um eventual ataque do novo coronavírus.

A previsão é que no próximo dia 16 de abril, a campanha de vacinação contra gripe comece a atender professores, profissionais das forças de segurança e salvamento, além dos doentes crônicos. Já, a partir de 9 de maio, a vacina será estendida para crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), adolescentes de 12 a 21 anos que cumprem medidas socioeducativas, população e funcionários do sistema prisional, população indígena e ainda pessoas de 55 a 59 anos, que foram acrescentadas ao público alvo da campanha em 2020.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *