Mais de mil famílias já foram atendidas pelo programa Escritura Fácil em Volta Redonda
9 de novembro de 2019

JOMPEDE reúne 250 atletas em Volta Redonda

Atividades aconteceram na Arena Esportiva e na Arena Multiuso da Ilha São João

A prefeitura de Volta Redonda realizou neste sábado, dia 09, mais um dia de competições do II Jogos Municipais da Pessoa com Deficiência (JOMPEDE), com a participação de 250 alunos de 15 instituições. As competições aconteceram na Arena Esportiva e na Arena Multiuso da Ilha São João e o objetivo do evento é valorizar a pessoa com deficiência e promover a inclusão.

O JOMPEDE 2019 conta com quatro categorias: deficiência intelectual, deficiência física, deficiência auditiva e deficiência visual, divididas em subcategorias por idade. São disputadas 14 modalidades: arremesso à cesta, atletismo, boliche, cabo de guerra, chute a gol, dama, dominó, futsal, jiu-jítsu, natação, tênis de mesa, vôlei adaptado, xadrez e zig-zag. A primeira parte da competição, com a modalidade de natação, aconteceu no Parque Aquático.

O prefeito Samuca Silva lembrou a importância do esporte como meio de inclusão. “Nós trabalhamos muito em políticas que melhorem a qualidade de vida dessas pessoas e o JOMPEDE, além de promover a atividade física, ainda proporciona interação entre os competidores”, comentou o prefeito.

Bruno Leonardo da Silva, de 35 anos, é aluno do CAPD (Centro-Dia de Atendimento à Pessoa com Deficiência) e competiu em diversas modalidades. “Eu competi ano passado na corrida, mas esse ano me inscrevi em outras coisas. É muito divertido participar”, contou.

As famílias também aprovam a iniciativa. Foi o que contou Nativania de Fátima Severina, mãe do atleta Filipe. “Ele gosta muito de atividades e ele mesmo se inscreveu na competição. Filipe é bem animado e ficou ansioso pelo início dos jogos”.

A secretária municipal de Esporte e Lazer, Maria Paula Tavares, destaca a parceria com comitê paralímpico e lembra o quanto a SMEL tem capacitado seus profissionais para atenderem, com cada vez mais qualidade, o público de PCD (Pessoa com Deficiência).

“Estamos promovendo as competições pelo segundo ano e esse é um momento de aproximação entre as instituições especializadas, para que elas apresentem o trabalho desenvolvido ao longo do ano no viés do esporte e lazer”, afirmou a secretária.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *