VR destaca importância do aleitamento materno em Semana Mundial da Amamentação
31 de julho de 2019
Prefeito Samuca Silva visita bairros e discute melhorias com população
31 de julho de 2019

SAAE segue com obras de ampliação da rede pluvial no Conjunto Vila Rica

Presidente da associação afirmou que ruas eram alagadas com chuvas fortes há 10 anos, prejudicando moradores e comércio

A prefeitura municipal através do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Volta Redonda (Saae VR) vem realizando obras de ampliação da rede de drenagem pluvial para atendimento aos moradores das ruas 23 e 24, próximo a Praça do Rodo, centro do bairro Conjunto Habitacional Vila Rica. As obras começaram esta semana, em razão da movimentação de caminhões, homens e máquinas no entorno da praça, parte da Avenida 5 foi interditada parcialmente. O investimento que começou esta semana, é uma reivindicação feita há mais de 10 anos dos moradores e está sendo solucionada na administração do prefeito Samuca Silva.

Numa recente visita ao bairro para entregar investimentos públicos, como a Praça Joaquina Coelho Nogueira( Dona Tininha)  revitalizada e três novas áreas de lazer, o prefeito Samuca Silva informou pessoalmente aos moradores o início das obras de ampliação da rede de drenagem.

“Está é mais uma obra que estamos realizando no bairro Conjunto Habitacional Vila Rica. Em fevereiro deste ano, implantamos  a primeira creche em horário integral. Em junho entregamos as áreas de lazer revitalizadas, com brinquedos, bancos e mesas, melhor iluminação. Em julho estamos chegando com as obras de drenagem das ruas 23 e 24 e vamos por fim aos alagamentos de forma definitiva, que vinham prejudicando os moradores e comerciantes do bairro. São impostos dos contribuintes voltando em melhorias para a população”, afirmou Samuca.

O presidente da Associação de Moradores do bairro, Milton Pereira, que tem ido ao local acompanhar os trabalhos, pediu a compreensão de todos pelos transtornos que as obras causam no dia a dia do bairro.

”Pedimos a compreensão e atenção aos moradores ao passar perto do local, pois a obra é um local de risco, mas é temporário e necessário, pois visa acabar com os alagamentos que preocupavam constantemente, sempre que chovia mais forte. Esta é uma melhoria que o bairro precisava desde 2009, passou por várias administrações e agora está sendo solucionado o problema, graças ao empenho do Prefeito Samuca e toda Equipe do SAAE”, desabafou.

O diretor executivo do SAAE, José Geraldo Santos, o Zéca, informou que o investimento é de R$ 224 mil para ser concluído no prazo de até 5 meses.

“É uma obra prioritária para os moradores que esperaram por ela durante muito tempo. Estamos refazendo a galeria de 80 metros de extensão com 23 metros de manilhas de 2,5 m por 1,5 m e 55 metros de tubo de 2 metros. Toda obra causa um certo transtorno para os moradores, mas ao final serão benefícios duradouros pela qualidade dos serviços que estão sendo realizados nessas vias para finalizar os alagamentos”, disse Zéca.

O projeto é do IPPU( Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano) e fiscalização feita pelo próprio Saae e SMI( Secretaria Municipal de infraestrutura).

De acordo com o líder comunitário da associação, Milton Pereira, devido o manilhamento impróprio  usado nas ruas, principalmente na 23 que recebe todo o fluxo da 24, acabava não dando a vazão necessária para o escoamento dessas águas, causando o alagamento das vias e prejudicando o comércio no bairro. A Associação confirmou que quatro moradores chegaram a entrar na Justiça através do Ministério Público para que as obras fossem realizadas pela prefeituraou pela empresa responsável pela construção do bairro nos anos 90.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *